Como organizar a empresa financeiramente? Veja algumas dicas simples e práticas

Muitas vezes, muitas empresas acabam passando por problemas relacionados à gestão financeira dos seus negócios, simplesmente por não saberem como organizá-la.

E foi pensando nisso que separamos algumas dicas para você organizar sua empresa financeiramente e não afetar seu crescimento no mercado. Confira!

1. Separe as contas pessoais das empresariais

A primeira e uma das principais dicas, é: não misture, jamais, as contas pessoais com as da empresa! 

Utilizar o caixa da empresa para sustentar as finanças pessoais, é um erro que pode até parecer simples, mas que pode comprometer o seu negócio. 

Portanto, se for possível, tenha um cartão de crédito para negativado pessoal (se esse for o seu caso) e outro cartão de crédito para a empresa, que deve ser utilizado com cautela, apenas para atender às demandas da mesma. 

Organize seu orçamento doméstico tendo como base o valor que você recebe.

2. Priorize o pagamento das dívidas

A falta de compromisso para com o pagamento das dívidas representa um gravíssimo problema às empresas, pois essa atitude dificulta a compra de matéria-prima e, consequentemente, compromete a produção.

Além disso, as taxas de juros podem tornar uma dívida aparentemente pequena em um grande problema. Portanto, se você realizou um empréstimo ou financiamento, e não sabe como se organizar financeiramente, priorize o pagamento da dívida.

3. A importância de gerenciar o capital de giro

O capital de giro nada mais é do que o dinheiro necessário para manter as operações da empresa em funcionamento. Pagamento de impostos e contas básicas, compra de mercadorias, salários de funcionários, dentre outros.

O objetivo de qualquer empresa é garantir que o capital de giro seja suficiente para que as operações caminhem perfeitamente, e esse é um conceito muito importante quando falamos sobre como organizar financeiramente uma empresa. 

Ter em mente o valor do capital necessário para fazer o negócio fluir é fundamental, pois ajuda o empresário a organizar detalhadamente todos os processos financeiros da companhia e visualizar ou evitar problemas futuros.

Quando esse valor apresenta muita oscilação, por exemplo, é sinal de que a empresa está enfrentando uma situação incomum, o que exige atenção dos sócios, então é por isso que deve haver controle em cima do capital de giro constantemente.

4. Organize seus prazos

Nenhuma área de nossas vidas consegue evoluir sem que haja organização, e se tratando de um negócio, não seria diferente. Organizar prazos é essencial para que não aconteçam imprevistos.

Portanto, busque entender quanto tempo dura o seu estoque, quais são as datas limites para o pagamento das contas e quando/quanto sua empresa receberá pelos serviços prestados para organizar o caixa do negócio e ajudá-lo a se planejar.

5. Estude o seu mercado

Um empresário precisa estar sempre atento às mudanças que ocorrem no mercado, pois existem momentos em que o mesmo sinaliza a necessidade de avanço ou recuo. 

Empreendedores que não analisam os mercados nos quais estão inseridos podem acabar fazendo péssimas escolhas financeiras por falta de conhecimento.

Portanto, esteja sempre ligado ao que acontece ao redor e não dê margem para erros.

More To Explore